Animais

Droga antiprotozoária Pyrostop: instruções de uso para cães com fins terapêuticos e profiláticos

Pin
Send
Share
Send
Send


No artigo contarei sobre a preparação para cães pirostap. Vou descrever as instruções, a forma de liberação e composição, dar o mecanismo de ação da droga. Eu vou falar sobre as indicações de uso e dosagem. Enumerar contra-indicações e efeitos colaterais. Eu vou te dizer se existem análogos, e dou o custo.

Composição e forma de liberação

O Pyrostop (ou Piro-Stop) é uma solução líquida destinada a ser injetada por via subcutânea ou em um músculo. O principal ingrediente ativo é o dipropionato de imidocarbe, cada ml do medicamento contém 120 mg desta substância. Também estão incluídos água para injecção (1 ml), polivinilpirrolidona (10 mg), álcool benzílico (9 mg) e ácido propiónico (30 mg).

Disponível em frascos escuros, com volume de 10, 20 ou 100 ml, feitos de plástico ou vidro. Cada frasco é embalado em uma caixa proprietária junto com instruções.

O Pyrostop é injetado por via subcutânea ou no músculo.

Mecanismo de ação e indicações para uso

Pyrostop mostrado para cães com piroplasmose (babesiose). O agente causador é um parasita unicelular que destrói os glóbulos vermelhos. Portadores - carrapatos ixodicos. A doença é acompanhada de febre, escurecimento da urina, uma rápida deterioração do estado geral.

O principal componente do agente é ativo em relação à maioria das espécies de babesia, theileria e anaplasma (somente Babesia canis, B. gibsoni, Theileria annae parasitam cães). A substância impede a ingestão de Babesia ou Theileria Inositol, que é vital para o microorganismo.

Efeitos colaterais e contra-indicações

Efeitos colaterais podem ocorrer com hipersensibilidade individual:

Os efeitos colaterais podem ser falta de ar, lacrimejamento, etc.

  • baba excessiva,
  • distúrbio do ritmo cardíaco
  • falta de ar
  • tremor muscular
  • micção frequente,
  • lacrimejamento
  • dor ou inchaço no local da injeção.

Neste caso, os hepatoprotetores estão conectados ao tratamento para manter a função hepática, fluidos intravenosos de eletrólitos e terapia sintomática.

Contra-indicações incluem hipersensibilidade individual aos componentes. Se o cão tiver sido vacinado contra anaplasmose ou babesiose, é proibido usar pyrostop dentro de 4 semanas após a administração da vacina. Além disso, a droga não é combinada com organofosforados e preparações organocloradas.

Regras de armazenamento

A droga é armazenada estritamente separada da comida. Também é necessário assegurar que esteja isolado de animais e crianças pequenas. Não permita a luz solar direta na garrafa.

Prazo de validade sob todas as condições - até 2 anos a temperaturas de +2 a +25 graus. Uma vez aberto, o medicamento pode ser usado por 28 dias, depois deve ser descartado.

Custo e análogos

Existem dois grupos de análogos. A composição de alguns inclui o imidocarbe, são medicamentos mais modernos que são mais facilmente tolerados pelos animais de estimação. As preparações do segundo grupo contêm aceturato de diamina zeno. Essas drogas são mais tóxicas, porque O arsênico está presente em sua composição, portanto, na menor overdose, o animal pode ficar gravemente envenenado.

O primeiro grupo (imidocarbe) inclui:

  • Imidosan. Eficaz com piroplasmose (babesiose), anaplasmose e invasões mistas. Dosagem para cães - 0,05 ml por quilograma de peso, administrado por via subcutânea. O efeito terapêutico dura até 3 semanas.
  • Fortikarb. Projetado para tratar a piroplasmose. Injetado no músculo ou por via subcutânea na dose de 4 mg por quilograma de peso. A droga protege o cão de babeziy por 15-30 dias.
  • Corbezia. É utilizado no tratamento de cães com babesiose (piroplasmose). A ferramenta é injetada no músculo ou por via subcutânea, duas vezes, com intervalo de 2 semanas. Dosagem - 6,6 mg por quilograma.
Escolhendo um análogo, vale a pena prestar atenção à composição, já que o arsênico está presente em muitas preparações

O segundo grupo (aceturato de diminazena) inclui:

  • Azidina Pó amarelo, que é dissolvido em água para injeção e injetado uma vez por via intramuscular ou subcutânea. A dose terapêutica é de 0,0035 g por quilograma, a dose profilática é de 0,0015-0,002 g por kg.
  • Diamidina Pó rosado. Dosagem - 2 mg por kg. O pré-medicamento é dissolvido na quantidade certa de água para injeção. Injetar a droga no músculo ou por via subcutânea, uma vez.
  • Pirosan. Pó amarelo. Antes da administração, é dissolvido em água para injecção (0,5 g por 5,5 ml ou 2,36 g por 25 ml). Dosagem para cães - 1 ml por 10 kg.
  • Veriben. Pó amarelo, bem solúvel em água para injecção (2,36 g por 25 ml). Dosagem para cães - 1 ml de solução por 10 kg de peso corporal. Digite uma vez no músculo ou por via subcutânea.

Qualquer droga é estritamente contra-indicada para entrar no seu próprio. A dosagem é selecionada estritamente por peso. Após a administração do medicamento, o animal deve ser observado por um veterinário, que em caso de complicações, irá rapidamente fornecer-lhe os primeiros socorros.

Informações gerais sobre o medicamento

Ao detectar infecções parasitárias no sangue, é importante destruir agentes patogênicos perigosos o mais rápido possível. Na ausência de tratamento oportuno, a babesia e outros microorganismos penetram com um fluxo sanguíneo para o coração, trato respiratório, fígado, rins e lesões severas, até e inclusive a morte.

A preparação Piro-Stop com base em dipropionato de imidocarbe rapidamente e efetivamente atua no corpo de cães de raças pequenas. O agente antiprotozoário tem um efeito positivo na dinâmica da terapia para babesiose (piroplasmose), anaplasmose, nuttaliose e infecções mistas.

A solução injectável é também prescrita a cães de raças médias e grandes.

Forma de liberação, composição

O dipropionato de imidocarba é o ingrediente ativo da solução da droga. O ingrediente ativo exibe um efeito antiprotozoário pronunciado. O componente ativo corresponde ao grupo imidazalin.

Cadeias de farmácia recebem droga antiprotozoária Piro-Stop em garrafas de vidro escuro. Cada tanque contém 10 ml de solução injetável.

Pyrostop e Piro-Stop - a mesma droga. Em diferentes fontes você pode encontrar os dois nomes. Alguns autores indicam a primeira opção, mas a forma correta: Pyro-Stop.

O que é um furminador para cães e como usar um pente especial? Leia as informações úteis.

Por que um cachorro cheira podre da boca e como lidar com a halitose em um animal de estimação? Descubra a resposta deste artigo.

Ação no corpo do cachorro

Após a injeção, o dipropionato de imidocarbe é rapidamente absorvido, a concentração máxima é observada no sangue após 18-24 horas. O ponto positivo: uma dose terapêutica de imidocarbe, destrutiva para os parasitas, persiste no corpo do cão por mais 1 a 1,5 meses. O acúmulo da droga ocorre nos rins do fígado, os remanescentes são excretados na urina.

O mecanismo dos efeitos antiprotozoários: supressão do acesso a babesias, nuttalias, outros parasitas da substância semelhante à vitamina Inositol, sem a qual os parasitas do sangue não podem existir. Além disso, o componente ativo interrompe a síntese de poliaminas, leva ao rompimento de processos metabólicos em parasitas do sangue, o que causa a morte de microorganismos.

A droga é prejudicial para vários parasitas do sangue:

  • Babesia (várias espécies).
  • Anaplasma (2 espécies).
  • Francaiella colchica.
  • Ehrlichia canis.
  • Theileria orientalis (várias variedades).
  • Nuttallia equi.

A injeção de Pyro-Stop para injeções é uma ferramenta com perigo moderado para o organismo de animais domésticos. Ao cumprir a posologia e o regime de aplicação, o efeito mutagênico, embriotóxico, praticamente não se manifesta. Na zona de injeção, a irritação é rara.

Indicações para uso

Droga antiprotozoário é prescrito para a detecção de parasitas do sangue, o desenvolvimento de:

  • piroplasmose,
  • Erliquiose,
  • anaplasmose,
  • nutllioza,
  • teileriose
  • tipos mistos de infecções sanguíneas.

Medicamentos antiprotozoários Pyro-Stop é eficaz como parte de uma terapia de combinação não só em cães, mas também em cavalos, gado, ovelhas, mulas e burros.

Contra-indicações

A preparação de Piro-Stop com base no dipropionato de imidocarbe não é utilizada para a sensibilidade individual do animal à substância ativa. Com uma tendência a reações alérgicas aos medicamentos, é imperativo monitorar a condição do animal após a administração de um agente antiprotozoário. Quando uma reação negativa é prescrita droga anti-histamínica.

Instrução

Uma das vantagens do antiprotozoário Pyrostop é sua alta eficácia quando administrado uma, duas ou quatro vezes. É o suficiente para os cães fazerem um tiro. A ação ativa e concentração suficiente para a morte de parasitas do sangue persiste no corpo de animais doentes por 4 a 6 semanas.

As injeções são realizadas por um veterinário após examinar os dados do teste para confirmar o desenvolvimento de doenças do sangue parasitas. Certifique-se de seguir as regras de esterilidade. Antes da introdução da solução, é necessário levar em conta contra-indicações, escolha a quantidade ótima de fundos, considerando as características individuais do cão e o peso do animal.

Como e onde picar

Com a introdução de solução antiprotozoária possível dor no animal. Por esta razão, os cães pequenos, veterinários prescrever não mais de 2,5 ml do medicamento em um só lugar, o próximo lote (se necessário) é injetado em outra área.

A injeção é realizada por via subcutânea. Certifique-se de tratar a pele com uma composição desinfetante. A injeção deve ser feita apenas por um veterinário, A execução independente do procedimento pode levar a efeitos colaterais.

Com que frequência você precisa de injeções

O medicamento Piro-Stop é prescrito para o tratamento e prevenção de infecções sangüíneas parasitárias. Dependendo do objetivo, selecione a dosagem ideal e a frequência de administração da solução do fármaco.

A fim de prevenir infecções sangüíneas parasíticas e tratar patologias perigosas contra o pano de fundo da penetração de patógenos perigosos, os cães são prescritos uma única administração de um antiprotozoário.

Possíveis efeitos colaterais e o que fazer quando aparecem

Na sensibilidade individual em cães de pequenas raças, as manifestações negativas são possíveis:

  • bradicardia,
  • inchaço e dor na área de injeção (raramente ocorre, desaparece após um a dois dias),
  • secreção aumentada da saliva
  • anorexia,
  • insuficiência respiratória.

Se ocorrerem efeitos colaterais, conforme orientação do veterinário, o animal recebe sulfato de atropina a 1% por via subcutânea, medicamentos para eliminar sintomas negativos e nomes medicinais para reduzir a sensibilização do corpo. Certifique-se de monitorar o cão após a injeção por 15 a 30 minutos para estudar a reação ao medicamento.

Após a introdução de medicamentos antiprotozoários, com alto grau de infecção, a morte maciça de parasitas sanguíneos provoca o desenvolvimento da intoxicação e destruição dos glóbulos vermelhos. Como prescrito pelo veterinário, um cão recebe sorventes, outras drogas para eliminar os efeitos dos efeitos tóxicos dos microrganismos.

Instruções especiais

É importante conhecer as nuances do uso da solução Piro-Stop:

  • é impossível administrar uma droga para matar parasitas sanguíneos, se há menos de 4 semanas, a anaplasmose ou piroplasmose foi vacinada,
  • não administrar medicação para a prevenção de um animal enfraquecido,
  • A falta de tratamento das infecções sangüíneas parasíticas durante a gravidez inevitavelmente leva à morte do animal. Por este motivo, prescrever medicamentos Pyro-Stop e cadelas grávidas. Segundo os dados da pesquisa, o dipropionato de imidocarbe praticamente não causa um efeito negativo nos filhotes no útero,
  • É importante garantir que o medicamento seja usado corretamente, estritamente para injeção. Não use no interior. Se a medicação Piro-Stop entrar nas membranas mucosas, olhos, boca, lavar a área problemática com bastante água, se uma solução antiprotozoária for engolida, é urgente levar o animal para a clínica veterinária,
  • O Piro-Stop e as preparações que suprimem a produção da enzima colinesterase não podem ser usados ​​simultaneamente.

Custo e armazenamento da droga

Um agente antiprotozoário eficaz é produzido pela empresa russa Api-San. O preço de 1 garrafa é de cerca de 500 rublos.

Para armazenamento alocar um seco, protegido da luz, um lugar onde não há acesso para crianças e animais de estimação. A temperatura ideal para preservar as propriedades de um medicamento antiprotozoário é de +2 C a +25 C. Não congele a solução injetável.

O prazo de validade dos fundos Piro-Stop - 24 meses. O frasco aberto é armazenado em local fresco por não mais de 28 dias.

Aprenda sobre como alimentar um filhote de cachorro Yorkshire terrier e como fazer a dieta de um cão adulto.

Sobre os sinais de displasia da anca em cães e métodos de tratamento da patologia está escrito nesta página.

Vá para http://melkiesobaki.com/porody/gladkosherstnye/krolichya-taksa.html e leia a descrição do cão de raça dachshund de coelho, bem como aprender sobre as características do conteúdo de um animal em miniatura.

Berenil e azidina são pós com um efeito antiprotozoário semelhante. As drogas precisam ser diluídas antes da injeção, o que cria inconveniência. Segundo muitos criadores e veterinários, pirostop - mais efetivamente e menos muitas vezes leva a complicações depois da aplicação. É mais fácil aderir à dosagem ideal do que quando se usa Azidine e Berenil.

Veterinários e donos de cães avaliam positivamente o efeito do Piro-Stop. Se os requisitos das instruções forem observados, reações negativas ao dipropionato de imidocarbe raramente ocorrem, o inchaço na zona de injeção desaparece rapidamente. Comparado com análogos que precisam ser diluídos antes do uso, o Pirotostop é mais conveniente de usar, menos propenso a causar efeitos similares.

Pyro-stop para instruções de cães para uso

Como afirmado acima, o pyro-stop para cães é injetado por via subcutânea ou intramuscular. A concentração terapêutica (terapêutica) no sangue de um animal é atingida apenas após 18-24 horas. A droga é armazenada no sangue por um ano e meio a dois meses, o que ajuda não só a destruir todos os parasitas do sangue, mas também a criar uma espécie de “imunidade”. Se durante este período o cão for mordido novamente por um carrapato, então o imidocarbe circulando no sangue protegerá o animal. O ingrediente ativo todo esse tempo será armazenado nos rins e no fígado.

Apesar de uma acumulação tão longa (acumulação), com o uso adequado e a ausência de uma reação alérgica a componentes individuais, não são observados efeitos colaterais. Nenhum perigo para mulheres grávidas. No entanto, existem algumas nuances a ter em conta quando se utiliza o Pyro-feet para cães:

  • Os primeiros 15 minutos após a administração do medicamento devem ser realizados na clínica. Isso é necessário para garantir que o cão não tenha desenvolvido choque anafilático (alergia) após a administração do medicamento. Se o veterinário notar os sintomas de alergia, imediatamente introduziu drogas que aliviarão o ataque (na maioria das vezes atropina 1%).
  • Para evitar problemas no dia seguinte, é necessário entrar junto com o Pyro-stop e um anti-histamínico (por exemplo, suprastin).
  • Após 2 dias, você precisa visitar a clínica veterinária novamente. Primeiro, o veterinário examinará o animal: ele desenvolveu alguma complicação? Em segundo lugar, você precisa re-doar sangue. Se o piroplasma for novamente detectado no esfregaço, é necessária a injeção repetida de Pyro-stop na mesma dosagem (não é necessário aumentá-lo).
  • Se você tem um cão grande, recomenda-se injetar em um local não mais que 2,5 ml, pois a injeção é muito dolorosa.

Agora sobre a dosagem. A dose de piropé para cães é de 0,25 a 0,5 ml para cada 10 kg de peso. Se você tiver que repetir a administração da droga em alguns dias, então você deve entrar em outro lugar (por outro lado).

O preço do Pyro-stop para cães

A droga produz-se em garrafas de vidro de vidro escuro (marrom) de 100 ml e em pequenas ampolas de 10 ml e 20 ml. Se você precisar entrar no cão uma vez, então é melhor tomar uma pequena ampola, pois depois de abrir uma garrafa grande deve ser dividida em 28 dias. Frascos de 100 ml são mais frequentemente comprados por veterinários em clínicas, uma vez que eles podem usá-lo antes da data de validade. A garrafa não aberta pode ser armazenada por 2 anos a partir da data de produção.

O preço para 10 ml varia dependendo da margem da farmácia veterinária. Em média, o custo de 520 rublos.

Avaliações para pyro-stop for dogs

Alexandre:

Eu decidi levar o cachorro comigo na natureza. Só em casa notei que havia carrapatos. Imediatamente fui para a clínica veterinária. Eles arrastaram os sanguessugas, trataram o local das mordidas. Mas o veterinário aconselhou para a prevenção de esfaquear a droga - Pyro-stop para cães. Ele explicou o que aconteceria se o animal tivesse piroplasmose. Claro, decidi não arriscar. A injeção é muito dolorosa, o cachorro gritou. O veterinário disse observar o bem-estar e o comportamento do animal. Uma semana depois veio para a inspeção. Não havia sinais da doença. O exame de sangue é perfeito. Agora, antes de dar um passeio, uso um spray e uma gola de carrapatos e, ao voltar para casa, inspeciono cuidadosamente o cão.

Valeria:

Percebi como o comportamento do newfoundler mudou: ficou fraco, o vômito começou, a temperatura do corpo aumentou, o apetite quase desapareceu. Mas o sangue mais assustado na urina. Imediatamente chamado o veterinário para a casa. Он внимательно осмотрел Лайлу и обнаружил на ней напившихся крови клещей. Из-за густой шерсти не заметила их сама. По явным симптомам врач предположил, что у животного пироплазмоз. Сразу же ввел пиро-стоп для собак, поставил капельницу. Еще пару дней приезжал и капал Лайлу.Carrapatos levaram com ele, disseram que foram encontrados parasitas. Acredito que só graças ao Piro-stop e às ações rápidas e competentes do médico foi possível salvar meu animal de estimação.

Daria:

Não nos salvou colarinho. Eu encontrei carrapatos no meu laboratório. Eu li artigos sobre piroplasmose mais de uma vez, então eu não esperei pelos sintomas. Imediatamente fui ao nosso veterinário "família", explicou a situação. Carrapatos removidos, dados ao laboratório. O resultado foi dito rapidamente: um dos carrapatos era portador. Tornou-se assustador para o seu querido, mas o médico garantiu que há uma droga maravilhosa que ajuda a destruir esses parasitas e proteger o cão por mais alguns meses. Pyro-stop injetado para cães. Neste dia, o cão não era muito bom, o local da injeção estava ligeiramente inchado. Mas o veterinário disse que não era um problema, mas se a condição não melhorasse pela manhã, eu teria que colocar o cachorro no hospital. Felizmente, depois da noite tudo foi embora. Não há mais doenças, e não houve sintomas de piroplasmose. Uma ótima preparação, realmente mágica. Se ele não estivesse lá, eu teria perdido meu amigo. Mas nós substituímos os produtos de proteção contra pulgas e carrapatos por produtos mais fortes e mais caros.

Piro-stop (Piro-Stop) para cães - indicações de uso

Dog Pyrostop é uma solução injetável para doenças do sangue. O principal ingrediente ativo é o dipropionato de imidocarbe. A droga está disponível em frascos de uso único. Após a abertura, o Pyro-Stop é armazenado por no máximo 30 dias, em um pacote fechado de no máximo 2 anos.

O medicamento deve ser armazenado em local escuro e fresco. Sob condições impróprias de armazenamento ou expiração do medicamento é estritamente proibida a utilização. Violação desta instrução leva a uma deterioração acentuada na condição do animal.

O Pyro-stop é seguro para o tratamento de piroplasmose em cães?

Se você não se aprofundar na parasitologia, entender o mecanismo de ação da droga simplesmente pelo seguinte exemplo. Todo parasita precisa de um ambiente e nutrição favoráveis. Parasitas que vivem no sangue precisam de uma substância especial - inositol. Pyro-stop suprime a produção de inositol, que mata os parasitas.

Há um segundo lado da moeda. Pyro-stop é eficaz, mas perigoso para o cão se não estiver doente! Após a injeção, a concentração máxima da substância é injetada por 24 horas e dura até 6 semanas. O ingrediente ativo se acumula nos rins e no fígado, o que fornece um suporte sério ao corpo se for atacado por parasitas.

Cães pyro-stop é um medicamento complexo usado para tratar:

  • Babesiose (piroplasmose) é um distúrbio do sangue perigoso, voando que freqüentemente afeta cães. Carrier - ácaro de pastoreio.
  • Franciaellosis é uma doença do sangue do gado.
  • Nutritionallia é uma doença do sangue dos cavalos.
  • A teileriose é uma doença parasitária do sangue do gado.
  • A anaplasmose (trombocitopenia infecciosa) é uma doença grave do sangue de animais, incluindo cães.
  • Erliquiose é uma doença do sangue de mamíferos, incluindo cães. Carrier - ácaro

É importante! Injeções piro-stop são muito dolorosas! Se você precisar inserir uma dose grande de uma só vez, faça várias injeções. Se necessário, para reduzir a dor, os locais de injeção são anestesiados topicamente.

Pyro-stop para a prevenção de piroplasmose em cães

Existem diferentes opiniões sobre o uso do Piro-stop na profilaxia e a controvérsia é muito frequente. Nas instruções do medicamento está escrito que não é recomendado usar mais de 1 vez por ano. O fato do desenvolvimento da imunidade não é comprovado, assim como o fato de que isso é possível em princípio.

Aprendendo, tendo aplicado o Pyro-stop para profilaxia, você não tem garantias de que o cão não ficará doente. Se você ficar doente, a droga terá que picar novamente, e isso é um "golpe" significativo para o fígado. As opiniões dos veterinários nesta matéria são muito diferentes. A maioria dos especialistas não recomenda esfaquear o Piro-stop sem antes fazer um diagnóstico.

Pode um Pyro-Stop ser usado para tratar um cão grávida ou amamentando?

Pode um Pyro-Stop ser usado para tratar um cão grávida ou amamentando? Uma questão gritante que levantou uma onda de discussões acaloradas. Por um lado, se uma futura mãe ou jovem fica doente com piroplasmose, ela vai morrer. Por outro lado, se houver uma chance de o diagnóstico ser definido incorretamente, há uma chance de uma falha na gravidez. Se um cão de enfermagem está doente, ele é tratado com Pyro-foot após o nascimento de filhotes.

O outro lado da moeda é a experiência de proprietários que caíram em uma situação desesperadora. Veterinários conseguiram salvar cães prenhes sem prejudicar a prole, mesmo na fase grave da piroplasmose.

O problema é que a instrução é silenciosa se é possível usar o Pyro-stop durante a gravidez e alimentação, para que os proprietários e veterinários ajam por conta e risco.

Aplicação e dosagem de Pyro-foot

Dosagem de Pyro-stop no tratamento de cães para piroplasmose é o mesmo: 0,25-0,5 ml da droga por 10 kg de peso corporal. É importante entender que, mesmo em um pequeno volume, a injeção causa dor severa ao animal. Note-se que após a introdução do medicamento é possível intoxicação grave.

Normalmente, antes da injeção, o sangue é retirado do cão e um teste rápido é realizado. Se o diagnóstico for confirmado, o Pyro-stop é injetado na clínica. Com a introdução da droga é extremamente importante seguir as regras de fossas e anti-sépticos.

Onde e como picar Pyro-stop

Onde picar o Piro-stop para minimizar a síndrome da dor? Se o volume da injeção exceder 2,5 cubos, a droga é atraída para várias seringas. De acordo com as instruções, o Piro-stop pode ser picado no músculo (coxa) ou subcutaneamente (na cernelha). Ao dividir a dose da injeção, a droga é administrada em vários lugares, alternadamente, com uma pequena pausa.

Imediatamente após a injeção, dentro de 15 minutos, uma observação atenta é estabelecida para o cão. Durante os primeiros 15 minutos, existe o risco de uma reação alérgica violenta. Se o cão sofre de alergias, sem esperar pelos sintomas perturbadores, o cão recebe um anti-histamínico.

O que é carregado de overdose

Uma overdose de Pyro-foot provavelmente matará o cachorro. O problema é que o fígado não suporta a carga de qualquer maneira, e quando o Pyro-stop é injetado, há uma morte maciça de células vermelhas do sangue danificadas. O cão diminui agudamente a hemoglobina, que é repleta de ataxia e processos metabólicos mais lentos.

Acontece que o próximo "garfo" - a intoxicação aumenta drasticamente, e o processo de purificação do sangue diminui drasticamente. A situação pode ser corrigida na clínica, limpando o sangue e infundindo um grande número de soluções tampão.

É importante entender que após uma overdose, o cão necessitará de terapia restauradora a longo prazo para o fígado.

Piro stop stop shot - o que fazer?

Um inchaço pode se formar no local da injeção. Há duas razões principais: muito do medicamento administrado ou uma reação individual. Em ambos os casos, a situação observa-se e cuidado sintomático - compressas, unguentos. Se a colisão não causar o inconveniente do cão, provavelmente, passará sem intervenção em um período de até 48 horas.

Em casos raros, as colisões ficam inflamadas. A razão principal - violação das regras de fossas sépticas. Com a inflamação localizada, a situação corrige-se com compressas com novocaine e dimexide. Se houver uma ameaça de inflamação purulenta, antibióticos e agentes antiinflamatórios são injetados em compressas. Quando inflamação purulenta do nódulo abrir ou provocar a abertura da fístula.

Análogos e a relevância do seu uso

Existem alguns análogos Piro-pé? - Sim! É razoável usá-los? Não! Para referência, os análogos Piro-stop são Berenil, Azidine e Veriben. As drogas são muito fortes e perigosas. Mesmo se você não entrar em detalhes, pense por si mesmo, por que usar o Piro-stop para cães para tratar doenças do sangue, mesmo em bovinos? A resposta é óbvia - não é tão perigosa.

Antes de usar análogos que são destinados a animais de fazenda, selecione o grupo de controle e injete a droga. Se os animais sobreviverem, vacine o resto do rebanho. Além disso, análogos, como o Piro-stop, entram em conflito com as vacinas, impossibilitando o uso de leite e carne como alimento.

Pin
Send
Share
Send
Send

zoo-club-org