Animais

Como é o ácaro subcutâneo tratado em gatos em casa?

Pin
Send
Share
Send
Send


Animais de estimação muitas vezes sofrem de várias doenças, e isso inclui o carrapato subcutâneo em gatos. Esta doença causada por parasitas é chamada demodicose, e um gato de uma raça diferente pode ser infectado em qualquer idade. Isto é devido ao contato próximo com um animal doente, como resultado do qual a pele do animal é afetada.

Para uma pessoa, a demodicose não é perigosa, mas para os gatos é uma doença muito desagradável que lhes traz muito desconforto. Os ácaros subcutâneos, que põem ovos nos folículos pilosos, prejudicam a saúde do animal. Quais sintomas precisam de atenção? Como tratar? É possível usar remédios populares? O que é melhor para prevenir a doença? Vamos dar uma olhada mais de perto nessas questões.

Variedades

O parasita que afeta a pele de um animal é chamado de Demodex, e não pode nem mesmo ser chamado de carrapato no sentido pleno da palavra. Seria mais correto dizer que este é um organismo microscópico, em sua aparência semelhante a um verme, mas não pode ser examinado a olho nu apenas com um microscópio. E se você olhar a foto do carrapato subcutâneo em gatos, você pode ver como o parasita é nojento.

Existem dois tipos de demodicose: localizada e generalizada. No primeiro caso, apenas uma parte do corpo é afetada (por exemplo, orelhas, olhos, pescoço, etc.), enquanto o segundo tipo de doença é mais grave - várias partes do corpo são afetadas. Se o gato sofreu uma forma generalizada da doença, ele deve ser esterilizado para evitar a herança de demodicose. Em qualquer caso, com os menores sinais de carrapato hipodérmico de um animal de estimação, recomenda-se mostrar imediatamente o veterinário.

A demodecose é perigosa, em primeiro lugar, pelo fato de se desenvolver gradualmente, portanto, nem sempre é possível notar imediatamente que o animal tem um carrapato subcutâneo em seu corpo. O proprietário pode não entender imediatamente que seu animal de estimação tem demodecose, e se houver qualquer suspeita desta doença, é necessário mostrar o animal ao médico o mais rápido possível. O fato é que quanto mais tempo o Demodex parasita, mais perigoso ele é em termos de reduzir a imunidade do animal. Quais sinais indicam a presença de um carrapato subcutâneo?

  • O casaco perde sua aparência original e saudável
  • Caspa aparece em torno do olho mágico, a pele fica vermelha e descasca,
  • Em alguns lugares há uma perda de cabelo, às vezes tufos,
  • O animal de estimação atormenta a coceira, ele muitas vezes coça os dentes em certas partes do corpo,
  • No corpo do animal aparecem crescimentos sólidos e ligeiramente salientes,
  • As áreas afetadas ficam calvas, as pústulas se formam nelas,
  • As feridas que aparecem no corpo do gato sangram com um dichouse.

Para diagnosticar com precisão a demodicose, é necessário realizar vários testes. Para fazer isso, os animais são raspados, que é cuidadosamente estudado sob um microscópio. E somente após o diagnóstico, dependendo do tipo da doença, o médico prescreve o tratamento.

Tratamento localizado

As primeiras manipulações com este tipo de doença são banhar um animal de estimação com um agente especial, os veterinários recomendam xampus Doctor e Elite. Isso é necessário para limpar a pele e a pele do animal. Depois disso, todas as feridas e crostas devem ser tratadas com a solução de Clorexidina (se necessário, podem ser substituídas por peróxido de hidrogênio) e, em seguida, esperar até que as lesões tenham secado.

Depois de limpar a pele do animal de feridas, o tratamento do carrapato subcutâneo em gatos com uma forma localizada executa-se com a ajuda das preparações Tsipam, Perol, Ectodes, Ivermek, Neosthomazan, Mikodemotsid, Amit, e também o enxofre pomada de aversectina. Além de shampoos, soluções e pomadas, o animal deve receber meios para aumentar a imunidade, incluindo Gamavit, Immunol, Gala-vet, Maxidin.

Tratamento generalizado

Sobre a questão de como tratar um carrapato subcutâneo em gatos, se a doença já passou para um estágio mais grave, a resposta é inequívoca: essa forma é mais difícil e mais longa de tratar. Afinal, a demodicose se espalhou por quase todo o corpo do animal, e o tratamento não será fácil. Os médicos aconselham primeiro cortar o animal de estimação, para que seja mais fácil manusear drogas. Na primeira etapa, os mesmos meios são usados ​​como no tratamento da forma localizada.

Por via de regra, este tipo de doença passa com complicações, portanto um curso de injeções da solução de Cydectin é prescrito. Ao mesmo tempo, os antibióticos Betamox, Kamacidin, Baytril ou Amoxicillin devem ser administrados ao animal. A droga Ligfol e o complexo vitamínico-mineral ajudarão a restaurar a imunidade. O tratamento desta forma da doença deve ocorrer sob a supervisão de um especialista.

Remédios populares

Imediatamente chamamos sua atenção: o autotratamento de um carrapato subcutâneo sem consultar um veterinário pode ser uma ameaça à vida do seu animal de estimação! Afinal, a pele dos gatos é muito mais fina e mais sensível que a das pessoas, portanto, deve ser manuseada com muito cuidado. O tratamento de remédios populares para demodicose é permissível somente se o médico não encontrar nenhuma contra-indicação para isso. Portanto, cada opção é discutida com um especialista. Que meios podem oferecer um veterinário para o tratamento da demodicose?

  • Banhe o animal a cada três dias usando um xampu especial e, após cada tratamento de água, trate as feridas com uma forte decocção de camomila ou sálvia.
  • Da mesma forma, banhe o animal a cada três dias, mas com sabão à base de bétula e, ao final do procedimento, lubrifique a pele afetada com tintura de calêndula.
  • Em alguns casos, os médicos têm permissão para tratar as feridas com querosene, mas você não pode dar banho no seu animal de estimação por três dias depois, para que as pústulas na pele sequem.

Medidas preventivas

Para evitar futuros sintomas e tratamento de ácaros subcutâneos em gatos, é necessário cuidar da prevenção antecipadamente. Primeiro de tudo, trate regularmente o animal com drogas antiparasitárias (de pulgas e carrapatos), dirija-o para os vermes e monitore o equilíbrio nutricional do animal. A dieta do gato deve ser saturada com todas as vitaminas e oligoelementos necessários.

Você não deve permitir que seu animal de estimação para animais cujo estado de saúde faz com que você duvide. É melhor assegurar do que encontrar demodecose em seu gato. Também tente manter a imunidade com o seu animal de estimação, você será prescrito os medicamentos necessários por um veterinário.

Embora hoje existem muitos medicamentos para o tratamento de carraças subcutâneas, mas é melhor não lidar com esta doença. E nem mesmo porque leva muito tempo desde o diagnóstico até a recuperação. Primeiro de tudo, o gato, que a demodicose traz muito desconforto, sofre. E se você tomar medidas preventivas, seu animal de estimação será sempre saudável.

Dicas úteis

  1. Nunca lave seu gato com drogas antiparasitárias destinadas a cães! Nestes produtos, uma composição completamente diferente, e é mais tóxica. Componentes que não são perigosos para cães são muito perigosos para gatos, até fatais.
  2. Se você tem que lidar com um animal que sofre de demodicose, não se esqueça de colocar uma capa e luvas. Não, para os humanos, demodexes não são perigosos, mas você pode acidentalmente trazer o parasita para dentro do seu apartamento, infectando um animal de estimação.
  3. Se o animal de estimação já tiver sido afetado pelo carrapato subcutâneo e tiver sido recuperado com sucesso, medidas preventivas devem ser tomadas de qualquer maneira. Especialmente desde que após a doença o gato não se sentirá bem por algum tempo. Isso se deve ao fato de que os medicamentos que tratam a pele são absorvidos pelo sangue e não são eliminados dentro de três meses.
  4. Com a permissão do veterinário, realize periodicamente medidas preventivas com um medicamento anti-histamínico que previna a infecção, elimine possíveis pruridos, alivie o desconforto e reduza as reações alérgicas. A droga irá nomear um especialista.
  5. Lembre-se de que, em um ambiente seco, os parasitas, incluindo demodexes, não sobrevivem. E se você encontrar uma úlcera na pele do gato, ela deve ser seca imediatamente (por exemplo, com peróxido de hidrogênio, é seguro para os animais) e, em seguida, imediatamente mostrar o animal ao veterinário.
  6. Tente examinar regularmente o seu animal de estimação para lesões, especialmente se o gato começou a coçar frequentemente. Cuidadosamente com a ajuda de uma lente de aumento, procure até mesmo os sinais mais leves de um carrapato subcutâneo: tubérculos convexos, carecas, pústulas, vermelhidão, caspa, alocação de pepita de feridas, feridas e manchas calvas.
  7. Nos sinais suspeitos mais leves na forma de letargia, temperatura, rejeição de comida e água, agressão, modificações de mucosa, etc. deve levar imediatamente um animal de estimação ao médico. É possível que o animal tenha sido vítima de um carrapato subcutâneo.
  8. Quaisquer que sejam os medicamentos que você usa, para prevenção ou tratamento, sempre leia atentamente as instruções para não prejudicar o seu animal de estimação. Estudar a composição, indicações, uso, prescrição, dosagem, contra-indicações e prazo de validade.

Você também pode fazer uma pergunta ao veterinário do nosso site, que irá respondê-las o mais breve possível no campo de comentários abaixo.

E um pouco sobre os segredos.

A história de um dos nossos leitores Irina Volodina:

Meus olhos eram especialmente frustrantes, cercados por grandes rugas, mais olheiras e inchaço. Como remover rugas e bolsas sob os olhos completamente? Como lidar com o inchaço e vermelhidão? Mas nada é tão velho ou jovem como seus olhos.

Mas como rejuvenescê-los? Cirurgia plástica? Eu descobri - nada menos que 5 mil dólares. Procedimentos de hardware - photorejuvenation, pilling de gás-líquido, levantamento de rádio, facelift de laser? Um pouco mais acessível - o curso é de 1,5 a 2 mil dólares. E quando encontrar todo esse tempo? Sim e ainda caro. Especialmente agora. Portanto, para mim, escolhi outro caminho.

Tiquetaque da orelha (Demodex)

Acredita-se que o ácaro da orelha faz parte da microflora condicionalmente patogênica da pele de animais e humanos e, portanto, a maioria dos animais e pessoas pode ser portadora deste parasita, e ficar doente se a imunidade diminuir devido a doença, hipotermia, estresse e outros fatores similares.

Não só gatos podem ser portadores do ácaro da orelha, mas também pessoas.

A possibilidade de transmissão da doença não é excluída de gato saudável para doente.

O ácaro subcutâneo é transmitido para humanos?

Em pessoas saudáveis, o desenvolvimento da demodicose é excluído. . O ácaro Demodex pode ser ativado como resultado da exposição prolongada à radiação ultravioleta na pele do rosto. Na maioria das vezes, esta doença ocorre em mulheres e também pode ser desencadeada por alterações hormonais.

A derrota do ácaro da orelha do homem.

Na aparência, os sintomas da demodicose podem assemelhar-se a acne grave, acompanhada de vermelhidão grave. Com um tempo tão bom, e imediatamente entre em contato com um dermatologista para excluir ou confirmar a presença da doença.

Sinais clínicos de carraça subcutânea em gatos

Demodekoz tem lugares "favoritos", pelos quais pode-se assumir imediatamente que é ele.

Primeiro, principalmente as áreas afetadas da pele na face do animal - sobrancelhas, bochechas, lábios. Em lugares de derrota, o cabelo cai, as áreas calvas coram fortemente, franzem a testa, ficam cobertas de crostas brancas.

Aparecer rachaduras , na superfície aparece sukrovitsa. Isto é característico, a coceira em um demodicosis ausenta-se (às vezes acontece, mas exprime-se fracamente).

Com o passar do tempo, na ausência de tratamento adequado, a calvície e as lesões costas, peito, barriga, raiz da cauda . Há jubartes cheias de pus e ácaros. De tais animais há um cheiro característico.

O carrapato da orelha pode causar exaustão severa e morte do animal.

Esses gatos se recusam a se alimentar, desenvolvem anemia, exaustão e, como resultado, a doença pode levar à morte do animal. Muitas vezes, a doença é complicada por outros problemas - ácaros da orelha, infecções bacterianas ou fúngicas da pele.

Forma local

A marca da orelha pode começar a parasitar todo o rosto.

A forma local da demodicose é caracterizada pelo aparecimento de várias lesões (até cinco).

Esta forma da doença pode desaparecer tão espontaneamente como aparece, no entanto pode recorrer . Pode estar associado à idade (os animais jovens adoecem com mais frequência), estresse, gravidez. Ele precisa de uma observação cuidadosa para impedir a transição para uma forma generalizada.

A forma generalizada ocorre quando mais de cinco áreas da pele são afetadas. Neste caso, a maior parte do corpo pode ser afetada. O prognóstico para esta forma de cautela, pode ser extremamente difícil se livrar da doença. Em alguns casos, pode não funcionar.

Diagnóstico

O diagnóstico desta doença é muito simples - uma raspagem no vidro é retirada da pele afetada, que então o veterinário olha ao microscópio.

Ácaro da orelha sob o microscópio.

O ácaro subcutâneo tem uma forma cilíndrica muito específica do corpo, portanto não pode ser confundido com outros parasitas. Mas, dado o local de residência deste carrapato, a raspagem deve ser bem profunda, de modo que ele chegue lá. Portanto, o material retirado da pele antes do aparecimento de gotas de sangue.

Tratamento de ácaro subcutâneo em casa

A fim de reconhecer as doenças da orelha no tempo, sua inspeção periódica é necessária.

Pode-se livrar do carrapato subcutâneo facilmente se o tratamento adequado for iniciado a tempo. No entanto, deve ser lembrado que, se o tratamento é prescrito incorretamente, o animal pode morrer. Também vale a pena entender que O diagnóstico de demodicose só pode ser feito por um veterinário especialista após a análise necessária..

O autotratamento pode levar a complicações indesejáveis ​​e à deterioração do estado de saúde do animal.

Drogas e Drogas

Se falamos especificamente sobre drogas contra ácaros demodex, então estas são drogas acaricidas.

Amit é uma das drogas acaricidas para o tratamento de ácaros da orelha.

Existem muitos desses medicamentos no mercado sob a forma de gotas na cernelha, por exemplo, que têm um efeito complexo contra alguns outros parasitas. A fim de esclarecer o alcance de tais quedas em uma determinada cidade e esclarecer todas as questões de interesse, é melhor entrar em contato com um veterinário ao mesmo tempo e receber a consulta necessária e esclarecer a frequência necessária dos tratamentos.

Nós não devemos esquecer sensibilidade individual e intolerância a certos medicamentos o autotratamento pode levar a complicações indesejáveis ​​e piorar a saúde do animal e até a morte.

Se um animal tem algum sintoma de doenças de pele, é necessário ir imediatamente a uma clínica veterinária, não fazendo atividades amadoras.

Infecção bacteriana secundária

Muitas vezes, devido à inflamação da pele, além de demodicose, outro problema tensões - a infecção bacteriana secundária. Para combatê-lo (e em casos leves - para a prevenção) destinam-se antibióticos .

Com o desenvolvimento da invasão fúngica, é necessário prescrever medicamentos para combatê-la.

Com doença grave, um conta-gotas é indicado para gatos.

Animais Emaciados pode precisar de conta-gotas, vitaminas e outras drogas de suporte. Tratamentos locais podem ser necessários para restaurar a condição normal da pele. Deve ser entendido que, em casos avançados, o tratamento pode ser ineficaz.

Tratamento oportuno

O caso de execução de ácaro da orelha de um gato.

Portanto, o início oportuno do tratamento é tão importante. Tratamento forma generalizada de ácaro subcutâneo pode ser adiada por meses, então você precisa de mais paciência. É necessário realizar raspagens de pele controle para rastrear a presença ou ausência de progresso em conexão com o tratamento, bem como a sua correção.

Tratamento de demodicose em casa pode ser apenas na estrita implementação das prescrições e recomendações do veterinário, e apenas. Inescrupulosidade e iniciativa no caso da demodicose podem levar a conseqüências desastrosas para o animal.

E nós levamos nosso gato para o país, e ela "pegou" um carrapato. Pobre mulher, que rostinho sério e doloroso ela teve enquanto tirávamos um parasita. Espero que isso não aconteça novamente ...

Se você mantiver um gato em casa, então este é o seu membro da família. E isso requer não menos atenção do que as pessoas. Portanto, é necessário garantir que ela coma, onde anda, o que dói. E tome uma ação oportuna.

Galina, você veio aqui ensinar? Nenhuma palavra útil sobre o assunto. Todo mundo vai lidar com seu animal.

Por favor, me diga um remédio eficaz para o tratamento de madeira-merda e um carrapato hipodérmico, que antibiótico é melhor em injeções, eu quero curar um gato perdido, eu sinto muito por ele

em vetaptek você irá aconselhar e vender o medicamento desejado. 2 tiros com um intervalo de 10 dias e tudo deve ir. Eu voo sem lar. Fiz uma injeção até agora e espero um resultado feliz.

Nosso gato já teve ácaros - eu lembro desse período como um pesadelo. Agora todo mês um lembrete no telefone funciona, é hora de fazer o processamento. Sou eu quem profilaticamente cai gotas na cernelha de Dana ultra, eles geralmente são de muitos parasitas (pulgas, piolhos, piolhos), mas também de carrapatos ixódicos e sarna. Melhor estar seguro do que ser tratado depois.

Eu só notei que o gato tinha focos tão vermelho (bem, como a irritação é tão forte com sukrovitsy em alguns lugares molhados, isto é).na parte de trás, no rosto e pescoço não há - eu não encontrei nada, principalmente nas costas ao longo da espinha desde as omoplatas até a cauda e na pata do verso tal erupção ao longo dos tendões, a loja foi aconselhada aqui por esta droga forte amit, no primeiro dia ele manchou o chão da garrafa esses focos nas costas, em geral, à noite, esses focos se formaram numa crosta e a vermelhidão dormia, no dia seguinte eu tirei essas crostas de costas lá praticamente nada sob elas ... ...., pelo que entendi, o foco principal e primário para o lado da espinha é a vermelhidão de onde eu penso Isso começou (ver em algum lugar esfregando-o para o lado como eu acho), bem, o resto do chão foi manchado lá e na pata no lado de trás, onde o tendão é ... bem, por agora, algo assim, vê-lo por agora, comer bem como (foi um dia em que Ele comeu, mas agora ele não se recusa), como eu entendo esta garrafa vai ser pequena ... será necessário lavar o ácaro com xampu e até mesmo essas gotas para comprar e manchar, como eu entendi deve ser lambuzado com eles 1-2 vezes em 5 dias ... Escreva alguém com gosto Os sintomas que encontrei seriam úteis e interessantes para saber o que era e como lidar com isso.

Andrew, só hoje o veterinário tinha esse problema como você, o gato britânico, nem qualquer foco era perceptível, e de repente havia cabelo caindo da cauda para as costas. Este é um ácaro subcutâneo, todo o dorso e os lados foram raspados, eles foram processados, lavados (em geral, por um longo tempo) foram feitas 3 injeções, que deram uma pomada, eles contaram como processar.

Nenhum artigo é bom. Começa com demodicose e termina com sarna. Tudo é misturado e caótico. Perguntado se a demodecose é transmitida de um gato para uma pessoa, não recebi nenhuma resposta ...

Piotr, demodicose em si pode, naturalmente, ser transmitida para os seres humanos, é necessário observar medidas de segurança ao tratar um animal. Mas não é estranho, este carrapato subdérmico de Demodex vive no corpo de um homem e qualquer outro animal constantemente e mostra sua agressão apenas nos casos em que sua imunidade é severamente enfraquecida. Assim que você está com muito frio ou tem uma doença longa e difícil de tratar, ele começa a se multiplicar rapidamente e transforma esse processo em uma doença. Digite no Google - demoleosis humano e você vai abrir muitos sites descrevendo esta doença em seres humanos.

Eu estava doente de demodecose, eu fui tratado com antibióticos, vou dizer uma ferida terrível e agora estou olhando para o meu gato coçando e as placas aparecem de novo, tudo começou de novo, agora vamos ao veterinário e continuamos a tratar o dermatologista. Coincidência é? Acho que a infecção é possível. E nós também vivemos no primeiro andar do nosso porão, um terrível leitor de gatos de um gato maltrapilho, é claro que os doentes

Não, as pessoas não ficam doentes (exceto acne) Eu deito nossa pele não gosta disso.

Mesmo tão doente! Se houver um arranhão na pele e ocorrer contato, por exemplo, um gato doente ou um cão esfregará a perna de uma pessoa com um arranhão ...

Bom dia a todos .. Me mudei para outra área da cidade .. e de repente vi um gato com demodecose do rosto ... e não me dá paz..Eu não levo médico ao médico .. não é possível encher a transportadora .. todo dia eu tentei ... eu fiz três tiros com intervalo de 10 dias de acordo com a coruja veterinária ... mostrando sua foto ... não há resultado ... me dói ... eu o alimentei pela manhã e passei à noite ... consegui infectar meu gato doméstico ... o veterinário se recusa a prescrever outro tratamento de acordo com a foto ... não consigo transportá-lo. .not dado ... muito eu quero curar ... talvez haja alguns tiros mais ... você pode picar ele enquanto ele come ... ..

Escreva-me em lichku e se você pode enviar uma foto do gato onde você suspeita que é um carrapato e escrever que tipo de carrapato fez o medicamento e quanto
[email protected]

se o peso do gato exceder 2kg de comprimido Bravekto resolver o problema

Otodektin nos ajudou a conter 0,1% de ivermectina.Envolver injeções em 10 dias, vai ajudar.

É uma caspa errante, é simplesmente tratada. Gotas Advogado, na cernelha do gato, após 14 dias para repetir. O gato sofreu por 6 meses, trocou 3 médicos até encontrar o nome do carrapato em si na internet.

Tratamos o gato do vizinho por carrapato subcutâneo: levamos para a clínica ao vento, onde ela recebeu duas injeções (vitamina e outra coisa) com intervalo de 10 dias, mas o vizinho tem outro gato doente (recusa-se a tratá-las). O gato que nós tratamos pode infectar novamente? Todos os gatos vizinhos que contataram esses gatos foram infectados e é inútil falar com o vizinho! Como você pode fazê-la tratar seus gatos? A imunidade aparece após o tratamento? Após a primeira injeção, o gato teve menos coceira e agora coça novamente.

Eu tive o mesmo problema. No trabalho, o gato ficou doente. Todo o rosto estava gasto, todo em crostas. Começou a pesquisar na Internet como tratar. Em algum lugar está escrito que é incurável, em algum lugar que um tratamento a longo prazo com injeções, conta-gotas e pomadas. Não combina comigo como um gato de rua. Mas uma mulher me sugeriu que ela curou seu cachorro com spray AVERMEK. Caixa branca com uma faixa verde abaixo. Eu pulverizei 2 vezes com um intervalo de 3 dias. Após 2 semanas, o resultado já era visível. Agora meu bichano dorme debaixo de uma árvore perfeitamente saudável. Não entendo por que os médicos silenciam que é possível curar um animal tão fácil e simplesmente, mas eles prescrevem tratamento caro. Spray custa 360 rublos em vetaptek.O resultado já era de duas semanas. Mas se a doença for iniciada, é melhor espirrar mais algumas vezes. Não entendo por que os médicos silenciam que é tão fácil e simples curar um animal, mas prescrever um tratamento caro. Tente não vai se arrepender. Que todos sejam saudáveis.

Olá Eu não achei que ela iria me tocar, o gato desapareceu no verão e só recentemente o paciente voltou. Folheei todos os sites e escrevi tudo de forma diferente, não tenho a oportunidade de ir à clínica, por favor, diga-me se posso fazer alguma coisa em casa? O gato é muito magro e todos os sintomas de um carrapato, como podemos ser?

Olá, o gato tem pêlo oleoso, cai fora, especialmente ao longo da espinha e cauda. O gato cheira terrivelmente, os olhos inflamam, na parte de trás da cabeça, uma grande ferida seca. Na clínica veterinária não há possibilidade de trazê-lo, vivemos muito longe da cidade. Diga-me, por favor, o que pode ser.

O que é demodicose?

Carrapato subcutâneo ou demodicose é uma doença parasitária. Afecta a pele e os pêlos do gato e causa o seu carrapato parasitário, chamado Demodex (Demodex cati ou Demodex gatoi).

Forma local de demodicose de gato

Uma vez no corpo de um animal, ele pode não se manifestar de forma alguma até o momento certo - uma diminuição na imunidade. No contexto de um organismo enfraquecido, o demodicosis agrava-se e os produtos inúteis do carrapato envenenam o organismo do gato.

O ácaro subcutâneo é perigoso para humanos?

Como você sabe, as pessoas também sofrem de demodicose. Mas os ácaros subcutâneos de que sofrem gatos e gatos não são infecciosos e não são transmitidos aos humanos, mas causam muito desconforto ao próprio animal. A doença em humanos e no gato é causada por diferentes tipos de patógenos parasitários (em humanos é Demodex folliculorum e Demodex brevis).

Como a infecção ocorre? Maneiras de transferir

Um animal pode ser infectado com demodicose quando entra em contato com outro animal de estimação doente, os gatinhos podem estar infectados com sua mãe.

Prática veterinária há casos em que a infecção com demodicose ocorreu durante o período de desenvolvimento pré-natal dos gatinhos.

Formas da doença

Veterinários falam sobre a alocação de várias formas da doença - localizada e generalizada.

No primeiro caso, a parte local do corpo do animal é afetada, ou áreas de demodicose podem ser encontradas em vários lugares da pele. Considerando sinais de demodicose estão ausentes nas patas do gato.

Esses animais não são mais recomendados para reprodução, pois o risco de transmitir a doença a futuros filhos é alto.

Forma generalizada da doença

Tratamento adequado

Não se envolver em auto-tratamento de gatos demodicose em casa, se ele não foi nomeado por um veterinário. Todas as drogas cujo objetivo é combater o patógeno são altamente tóxicas. A dosagem inadequada e a frequência da administração de drogas podem levar à morte do animal!

Os ácaros subcutâneos são muito difíceis de tratar.

Para o tratamento da demodicose localizada, você deve usar xampus especiais, que incluem peróxido de benzoíla ou clorexidina.

As áreas afetadas da pele devem ser tratadas com solução de peróxido e clorexidina, após o que aplicar medicamento especial para carrapatos, produzido sob a forma de pomadas, géis ou linimentov.

Se falamos mais detalhadamente sobre drogas e agentes contra ácaros demodex, então estes são medicamentos acaricidas.

Em alguns casos, recomenda-se a aplicação de soluções de óleo especiais. Em paralelo com agentes externos, recomenda-se a inclusão de imunoestimulantes para gatos em terapia.

No caso de uma forma localizada da doença após um mês, a remissão pode ocorrer, os sintomas da inflamação desaparecem. Mas não se apresse em enganar. Isso não significa que o animal esteja saudável. É justo que a doença esteja em modo de sono, de modo que, sob condições favoráveis, ela pode ser ativada, mas de forma mais severa.

A natureza do tratamento é influenciada pela idade do gato e da raça e, para alcançar uma remissão estável, é necessário um longo período de tratamento, que dura até 12 meses.

O tratamento de uma forma generalizada começa com a eliminação da doença, que provocou um surto de demodicose, combinando este curso com um curso de tratamento para uma forma localizada da doença. A recepção de vitaminas e immunostimulants é obrigatória. Em casos graves, um curso de antibióticos também é prescrito.

A nomeação de medicamentos veterinários deve lidar com um veterinário que lidera o gato. Se necessário, ele irá ajustar o regime de tratamento, incluindo nele novos medicamentos e excluindo ineficazes para o seu caso.

Isso se aplica a tigelas de gatos, casa de gato, arranhadores, pente para pentear lã, brinquedos. Se você não pode desinfectá-los - é melhor se separar deles.

Tratamento de remédios populares

Há também remédios populares para o tratamento de ácaros subcutâneos em casa, antes de aplicar esses métodos - recomenda-se consultar um veterinário para não prejudicar ainda mais a saúde do animal de estimação.

Tal tratamento alternativo envolve:

  • Banhando um gato em uma decocção de camomila a cada 2-3 dias
  • Tratamento de locais infectados com querosene (2 dias não são lavados e não processam a pele após este procedimento)
  • Tratamento da pele afetada com tintura de calêndula
  • Lavar a pele do gato com sabão ou gel contendo alcatrão de bétula.

Confiar apenas nesses métodos, aplicados em casa, não vale a pena. Mas, como terapia adjunta, se não for proibido pelo veterinário, pode ser usado.

Prevenção de carrapatos

Ao manter a imunidade do animal com complexos vitamínicos (adquiridos em uma farmácia veterinária), vacinação oportuna, tratamento sistemático de pulgas - você reduz o risco de infecção com demodicose.

Um apelo oportuno ao veterinário, se você suspeitar de um carrapato subcutâneo e seguir estritamente as suas recomendações, permite que você obtenha um prognóstico favorável para o seu gato.

Carrapato subcutâneo (demodicose) em gatos

A demodecose em gatos é uma doença parasitária que afeta a pele e os pêlos dos animais. A causa desta doença é o ácaro subcutâneo Demodex.

Gatos de raças diferentes e em qualquer idade sofrem de demodicose. A infecção ocorre através do contato com animais doentes, os gatinhos podem pegar o carrapato subcutâneo da mãe. Também casos conhecidos de infecção intra-uterina.

A coisa é que o ácaro subcutâneo do gato pode estar presente constantemente e no estado normal de saúde do animal não se manifesta. Mas, assim que o animal de estimação tem uma diminuição na imunidade, os produtos de atividade vital do parasita começam a afetar adversamente o organismo do animal de estimação.

Existem duas formas da doença:

  1. localizada - uma área do corpo do animal é afetada, às vezes várias áreas são afetadas, mas não há sinais de doença nas pernas,
  2. generalizada - vários locais no corpo do animal são afetados e as patas do gato estão envolvidas no processo, esta forma é mais severa que a localizada. Deve-se notar que depois que os gatos toleram esta forma de demodicose, a maioria dos veterinários aconselha a esterilizar animais de estimação. Isso ocorre porque o risco de herança do carrapato subcutâneo é alto.

Normalmente, os sintomas da demodicose em gatos desenvolvem-se gradualmente, e quanto mais cedo você procurar ajuda médica, maiores as chances de recuperação de seu animal de estimação.

  • vermelhidão da pele
  • o aparecimento de erupção na forma de nódulos ou pequenas pústulas,
  • deterioração no aparecimento de lã,
  • existe um sintoma característico como "óculos demodéticos" - perda de cabelo e descamação da pele ao redor dos olhos,
  • perda de cabelo e descamação da pele na cabeça, orelhas, pescoço (com uma forma localizada de demodicose), bem como nas pernas e no tronco (com uma forma generalizada da doença),
  • violação da pigmentação da pele,
  • acne
  • coceira
  • feridas que sangram
  • no caso de uma forma generalizada, nota-se uma lesão dos órgãos internos, que afeta o estado geral do animal - fraqueza, apatia, perda de apetite, etc.

Tratamento da doença

Um mês após um mês, a forma localizada do ácaro subcutâneo pode dar remissão, ou seja, o processo inflamatório desaparece e as manifestações externas da doença desaparecem gradualmente. Mas isso não indica que o animal tenha se recuperado, especialmente se você não usou o tratamento.

Apenas um carrapato por um tempo, por assim dizer, espreitava e o próximo surto da doença se desenvolveria em uma forma mais grave. Portanto, é extremamente importante diagnosticar a doença em um estágio inicial e iniciar o tratamento adequado da demodicose. A natureza do tratamento pode diferir da raça do gato.

Forma localizada. No caso do carrapato subcutâneo em gatos, os xampus Doctor com peróxido de benzoíla ou “Elite” com clorexidina são usados ​​para limpar a pele.

As áreas afetadas são tratadas com solução de clorexidina ou peróxido de hidrogênio. Assim, a limpeza da pele de crostas e crostas. Após o tratamento, a pele deve estar suave e seca.

Se o veterinário não proibir você de usar Tsiteal, então esta droga pode ser diluída com água e lavar as partes afetadas do corpo do gato, em seguida, enxaguar e secar. Este procedimento é realizado uma vez a cada 2-3 dias.

Use a aplicação dérmica de Stronghold ou Advocate usando o esquema: 2-4 aplicação em intervalos de um mês na pele na área das omoplatas do gato.

Depois de limpar as áreas afetadas das crostas, você pode aplicar pomadas, géis ou linimentos: pomada de enxofre, Demos de linimento, Amidel-gel, Ivermek-gel, pomada Aversectina.

Contra o carrapato subcutâneo em gatos, são usados ​​agentes especiais, que devem ser diluídos antes do uso de acordo com as instruções e, em seguida, pulverizados ou manchados áreas afetadas do corpo com a solução resultante - Neostomazan, sprays prontos para uso - Acaromectina, Ivermek, Tsidem, Perol.

É necessário usar as drogas no complexo, observando todas as prescrições do veterinário mais drogas que estimulam o sistema imunológico: Imunoparasitan, Gamavit, Gala-vet, Immunol, Maxidin.

Forma generalizada de demodicose. O tratamento desta forma de ácaro subcutâneo deve começar, em primeiro lugar, com a eliminação da doença primária que causou a exacerbação da demodicose.

Externamente, os mesmos medicamentos são utilizados para o tratamento da demodicose em gatos, como na forma localizada.

A administração de Dectomax (0,3 ml por 3,5 kg de peso de gato) ou Cydectin (dose única de 0,4 ml) deve ser rigorosamente recomendada e supervisionada por um veterinário, pois estes medicamentos podem ser perigosos para a saúde do animal.

Se uma infecção secundária se unir, o médico prescreve injeções de antibiótico - Kanamicina, Betamoks, Baytril, Amoxicilina, etc.

Em qualquer forma de carraça subcutânea em gatos, é imperativo usar complexos vitamínico-minerais e preparações imunoestimulantes.

Deve ser sanitized gatos domésticos, variando de panelas para comida e terminando espreguiçadeira.

Prevenção da demodicose em gatos

A principal medida preventiva é manter a imunidade do seu animal de estimação através de vacinação oportuna e regular, nutrição equilibrada, fornecendo ao gato vitaminas e minerais.

Um grande papel na prevenção da demodicose em gatos é desempenhado pelo tratamento sistemático do animal contra pulgas e carrapatos.

O carrapato hipodérmico do gato é perigoso para os humanos?

Apesar do fato de que as pessoas também sofrem de demodicose, um ácaro subcutâneo que os gatos sofrem é absolutamente seguro para os seres humanos. A doença em humanos e gatos causa diferentes tipos de parasitas.

Mas tenha cuidado, se você tem vários gatos e um deles ficou doente com demodicose, então você deve isolá-lo e assistir o resto de seus animais de estimação, a fim de detectar a infecção nos estágios iniciais.

Carrapato subcutâneo em gatos

Carrapato subcutâneo em gatos ou demodicose é uma doença parasitária, na qual a pele pode ser afetada pelo pêlo do animal. A causa da doença é o ácaro Demodex. O gato pode ficar doente após o contato com pessoas doentes.

Se o gato é saudável, o parasita está no corpo do animal, não se deixando saber. Mas quando o sistema imunológico do animal enfraquece com qualquer doença, o carrapato inicia sua atividade perigosa.

Assim, existem duas formas de demodicose:

  • Localizado As lesões são menores, não há lesões nas pernas.
  • Generalizado Пораженных участков больше двух и болезнь распространяется на лапы кота. После выздоровления от этой формы болезни, кота или кошку следует стерилизовать, чтоб клещ не унаследовало потомство животного.

Зачастую демодекоз имеет ярко выраженную форму не сразу. Quanto mais cedo o dono do animal percebe a doença e inicia o tratamento, maiores são as chances de uma condição indolor e uma rápida recuperação do gato.

Os sintomas mais comuns desta doença são:

  • a propagação no corpo de escamas ou nódulos com descarga insignificante de pus,
  • mudança no volume de lã,
  • vermelhidão grave da pele,
  • descamação ao redor dos olhos ou “óculos demodécticos”,
  • a lã começa a cair em pedaços
  • descoloração da derme,
  • coceira severa
  • feridas com coágulos sanguíneos,
  • em uma forma negligenciada, uma violação dos órgãos internos do animal é possível,
  • diminuição do apetite
  • apatia.

Prevenção de doenças

Em qualquer estágio da doença pelo carrapato subcutâneo, o gato precisa de vitaminas e drogas imunoestimulantes.

Para evitar o aparecimento desta doença em um gato, é importante manter a casa limpa. Lave os brinquedos regularmente e lave tapetes e travesseiros que o animal gosta de se sentar. Pratos para alimentos devem ser freqüentemente desinfetados.

Também vale a pena libertar o gato de entrar em contato com animais domésticos. Se vários gatos vivem em sua casa de uma vez, o indivíduo doente deve ser isolado antes da recuperação e monitorar cuidadosamente a condição do segundo. Para diagnosticar o carrapato subcutâneo no desenvolvimento inicial.

Como tratar em casa?

Deve-se dizer que tal tratamento pode causar danos irreparáveis ​​à saúde dos quadrúpedes. Os principais métodos de terapia em casa incluem o seguinte:

  1. Uma vez a cada 2 dias o gato precisa fazer banhos de decocção de camomila e banhá-lo neles.
  2. Trate as áreas afetadas com tintura de calêndula.
  3. A área de localização do ácaro subcutâneo pode ser tratada com querosene 1 vez em 2 dias, sem lavá-lo após a aplicação.
  4. Você pode lavar a pele do gato doente com sabão de alcatrão de bétula.

Ácaros subcutâneos em gatos - o fenômeno é bastante frequente. E se você não iniciar o processo e identificar os sintomas da doença em um estágio inicial, a doença não dará complicações e seu tratamento passará rapidamente.

Sintomas e tratamento de várias formas de carraça subcutânea em gatos

Gatos domésticos podem ser afetados por um carrapato endoparasitário, que é o agente causador de uma doença como a demodicose. Muitas vezes, a doença ocorre depois do contato de um animal de estimação com um animal infeccionado.

Vivendo no corpo do animal, ele começa a se multiplicar, colocando ovos ao mesmo tempo nos folículos pilosos. Depois de algum tempo, o gato tem sintomas que podem ser facilmente detectados.

Principais sinais e sintomas

O ácaro subcutâneo parasitário, principalmente no abdômen, pescoço, orelhas, face e cauda. Pode viver em um gato por um longo período e, ao mesmo tempo, não pode haver sinais e sintomas de sua presença. No entanto, assim que o animal tiver baixa imunidade, a demodicose começará a se desenvolver e seus sintomas começarão a se manifestar:

  • Piora a aparência de lã.
  • Uma escala aparece ao redor dos olhos.
  • A pigmentação da pele está comprometida.
  • A caspa é encontrada em todo o casaco.
  • Em algumas áreas, a lã começa a cair em pequenos pedaços.
  • Acne aparece.
  • O animal tem coceira e desconforto, como resultado do que constantemente coça, escovando as áreas afetadas para o sangue.
  • A área afetada é coberta com um crescimento endurecido, cuja altura pode atingir 2-12 mm.
  • Da pequena abertura do topo do crescimento, o ichor escoa constantemente para fora.
  • Nas áreas calvas da pele, pequenas pústulas aparecem, e a própria pele se torna perolada.

Tais sintomas surgem devido ao fato de que o carrapato sob a pele faz movimentos, constantemente se move e deixa os produtos de sua atividade vital.

O carrapato e o gato devem ser levados imediatamente para a clínica veterinária, onde o especialista irá diagnosticar e prescrever o tratamento correto.

Tratamento de um carrapato subcutâneo em um gato

O tratamento para cada animal de estimação deve ser atribuído individualmente. Além disso, o tratamento depende da forma da doença.

Forma localizada. Primeiro de tudo, em casa, o animal é lavado com a ajuda de xampus especiais que limpam a pele. Para fazer isso, use o shampoo "Elite" com clorexidina ou xampu "Doctor" com peróxido de benzoíla.

Com um intervalo de 2-4 vezes por mês, o Advogado ou Fortaleza da droga é aplicado na pele do animal na área das escápulas. Recomenda-se o uso de preparações de Butox 50 e Amitraz, que são usadas de acordo com as instruções.

As áreas que sofrem de um carrapato hipodérmico podem ser tratadas com solução Cytheal, cujo uso deve ser autorizado pelo médico. Depois de usar a droga, o animal deve ser enxaguado e bem seco. O procedimento deve ser repetido pelo menos 2-3 vezes ao dia.

Assim que as áreas afetadas estiverem livres das crostas, um dos produtos recomendados deve ser aplicado a elas:

  1. Pomada aversectina
  2. Ivermek gel,
  3. Amidel gel,
  4. Demonstrações de Linimento,
  5. pomada de enxofre.

Após a limpeza de escamas e crostas, é melhor aplicar soluções de óleo em feridas e áreas com cabelo solto, como Amit, Ectodes, Tsipam, Microdemocide.

Para o tratamento da demodicose, os especialistas prescrevem frequentemente produtos especiais sob a forma de pomadas ou sprays:

  • Perol,
  • Cidem
  • Ivermek
  • Acaromectina,
  • Neostomazan.

Dependendo da forma de liberação do medicamento, a área afetada pelo ácaro subcutâneo é borrada ou pulverizada de acordo com as instruções anexas.

O tratamento da demodicose deve ser abrangente. Juntamente com o uso de xampus especiais, pomadas e sprays, o gato deve receber medicamentos que aumentem a imunidade. Estes incluem:

Para restaurar a força de seu animal de estimação, é necessário fornecer uma boa nutrição e água mineral não gaseificada.

Forma generalizada. Esta forma de demodicose é muito mais difícil de tratar, uma vez que as lesões estão presentes em quase todo o corpo, e grandes áreas da pele são afetadas. Mas, se até mesmo no corpo de um animal as úlceras já se formaram, e a pele está muito irritada, pode curar-se. Neste caso, o tratamento dependerá do grau de infecção, idade, sexo e peso do gato.

Para maior efeito do animal de estimação, recomenda-se cortá-lo e lavá-lo com a ajuda de xampus médicos. Em seguida, as áreas afetadas são lubrificadas com óleos especiais que devem ser bem absorvidos. Neste momento, para que o gato não lamba a droga, ela deve ser mantida. Assim que o óleo é absorvido, a pele é tratada com um agente de ácaro subcutâneo, que o médico receitou.

Em casos graves, o animal recebe injecções de Cydecten a uma dose de 0,4 ml de cada vez, ou Dectomax, que é calculado em função do peso do gato. Eles podem ser usados ​​apenas por recomendação de um veterinário e sob estrita supervisão.

Se uma infecção secundária se une à demotecose, e a doença passa com uma complicação, o médico pode prescrever um tratamento com um dos seguintes antibióticos:

  • Amoxicilina,
  • Baytril,
  • Betamox,
  • Kanamicina

Para restaurar a imunidade dos animais, o fármaco Ligfol provou-se, que é recomendado para ser tomado em combinação com o tratamento de carraças subcutâneas. Não esqueça que a nutrição do animal deve ser completa e rica em vitaminas e minerais.

Ácaro subcutâneo em gatos (demodicose): o que os donos precisam saber

Um ácaro subcutâneo é um parasita comum que infecta muitos animais. Curiosamente, em gatos e cães, esses carrapatos são diferentes. O carrapato subcutâneo dos gatos é Demodex gatoi e Demodex cati.

A infecção ocorre quando um animal saudável entra em contato com um paciente. Curiosamente, com uma forte imunidade em um gato, ele pode ser um portador, mas não sofre de sintomas desagradáveis. Existem até mesmo fatores predisponentes, incluindo os genéticos.

Sintomas e sinais

Nem sempre é possível, a tempo, detectar sinais de carrapato subcutâneo em gatos, porque os sintomas podem ser leves ou a demodicose aparece muitos meses após a infecção.

Por exemplo, se um gato tem uma doença viral e seu corpo enfraquece, é provável que o parasita inicie ações ativas.

Com uma doença como o carrapato subcutâneo em gatos, os sintomas são os seguintes:

  • Em primeiro lugar, aparecem protuberâncias na pele, das quais o ichor escorre,
  • A pele ao redor do local onde o carrapato se instalou começa a avermelhar e engrossar,
  • Depois de algum tempo, o pêlo da área afetada cai,
  • Começa a descamação da pele, causando coceira.

Os gatos têm várias formas da doença. O mais simples é escamoso ou localizado. É o menos perigoso, e muitas vezes o curso da doença não causa a ansiedade do gato. Casos freqüentes de autocura.

Para o animal, as formas pustulosas e papulosas revelam-se mais desagradáveis ​​para o animal e as mais perigosas - misturadas.

Com demodicose generalizada complexa, os carrapatos entopem o corpo do gato com os produtos de sua atividade vital, tanto que ele começa a ficar intoxicado. Isto leva a um enfraquecimento da imunidade, perda de peso, violação das funções de proteção da pele. Focos de úlceras, foliculite pode aparecer, linfonodos crescem.

Subespécie de parasitas

O carrapato subcutâneo em gatos é incrivelmente pequeno em tamanho. Não pode ser visto a olho nu. Um veterinário faz um exame microscópico e esta é a única maneira de ver microorganismos que causam demodicose. Especialistas identificam duas subespécies da doença - generalizadas e localizadas. No primeiro caso, a doença continua muito mais difícil, porque os parasitas atacam grandes partes do corpo. No segundo caso, o problema é menos perigoso, já que apenas uma parte separada do corpo é afetada, mas tal situação com um animal de estimação requer atenção.

A forma generalizada da doença também é perigosa devido ao fato de que após a cura completa, o carrapato subcutâneo em gatos é transmitido para a futura prole. Portanto, recomenda-se a esterilização do animal após o tratamento, a fim de evitar o aparecimento de gatinhos doentes.

Sintomas da doença

Todos os amantes de quadrúpedes, é importante saber o que é um ácaro subcutâneo em gatos, os sintomas e tratamento necessários neste caso. A doença é perigosa porque é difícil perceber imediatamente. Quando os sintomas visíveis aparecem, os parasitas já estão atacando a maior parte do corpo. Portanto, em caso de qualquer suspeita de demodicose, é necessário consultar um veterinário. Quanto mais tempo o carrapato parasitar na pele do animal, mais isso afeta a diminuição da imunidade. Isso leva ao fato de que os gatos começam a adoecer com frequência. Os primeiros sintomas que devem alertar o host são os seguintes:

  1. A lã esfregou seu antigo brilho e sedosidade.
  2. A pele ao redor dos olhos ficou vermelha e começou a se soltar. Caspa pode ser observada.
  3. Comichão permanente faz com que o animal rasgue retalhos de lã e coceira com garras e dentes.
  4. A lã pode cair independentemente em ramos inteiros.
  5. Na pele você pode encontrar pequenos crescimentos, ligeiramente salientes acima da superfície.
  6. Nas áreas calvas aparecem pústulas. Aos poucos, a sucção começa a escorrer.

Forma localizada

O carrapato subcutâneo em gatos se torna um grande problema. O tratamento é complexo e começa com banhos terapêuticos. O veterinário geralmente recomenda ferramentas especializadas que são projetadas para limpar a pele e pelagem do animal - "Elite" ou "Doctor". Após o banho, todas as crostas devem ser limpas e higienizadas com clorexidina. Permitido para substituir os fundos para peróxido de hidrogênio. Após o processamento, é necessário permitir que as crostas sequem bem.

Este tratamento irá limpar a pele das crostas. Depois disso, o veterinário examina o gato novamente e prescreve um dos seguintes medicamentos:

É possível que o especialista também recomende o uso de pomada de enxofre. Além dos meios que têm impacto local, os medicamentos serão obrigados a aumentar a imunidade. Pode ser - "Immunol" ou "Maxidine". Se um carrapato subcutâneo é detectado em gatos a tempo, o tratamento tem um resultado favorável.

Forma generalizada

Se a doença já se espalhou para grandes áreas da pele, o tratamento será muito mais difícil. Nem sempre leva a um resultado positivo. Todos os veterinários concordam que o animal deve ser cortado para começar. Isso é feito para identificar a localização das lesões da pele por parasitas e para facilitar o procedimento do tratamento da pomada.

Muito tempo e é difícil destruir o ácaro subcutâneo generalizado em gatos. Os sintomas e o tratamento, neste caso, não mudam drasticamente, mas requerem o uso de medicamentos adicionais. Para começar, um esquema é atribuído, como na forma localizada. Depois disso, você vai precisar de injeções para o gato do carrapato subcutâneo, porque essa forma geralmente causa complicações. Para solução de injeção usada "Cydectin".

Para um tratamento eficaz, a antibioticoterapia é prescrita. Veterinários podem prescrever um dos seguintes medicamentos:

Após o curso, é importante manter a saúde do gato e restaurar sua força imunológica. Para este bem adequado significa "Ligfol". O complexo vitamínico-mineral também é um item obrigatório no tratamento de formas generalizadas de carrapatos subcutâneos.

É importante entender que, se a doença se espalhou para muitas partes do corpo, um veterinário deve prescrever o tratamento. Em casa, você pode realizar todos os procedimentos, mas o especialista deve controlar o processo. Apenas um médico pode prescrever como tratar o carrapato subcutâneo em gatos, bem como selecionar os medicamentos apropriados. Freqüentemente, drogas que são adequadas para um gato podem não servir para outro animal de estimação.

Métodos tradicionais de tratamento

Deve ser claramente entendido que o carrapato subcutâneo em gatos é uma doença bastante perigosa. Portanto, para se automedicar sem o consentimento do veterinário é proibido. Tais ações podem levar a consequências irreversíveis. A pele dos gatos é muito fina e sensível a todos os tipos de medicamentos amadores. Aplique remédios de gente para demodicosis é possível se o veterinário os aprovar e não encontrar contra-indicações.

Os métodos mais comuns que podem ser usados ​​em casa são:

  1. Tomar banho a cada três dias usando um xampu especializado. Após o procedimento, as feridas são processadas com tinturas sage. Você pode usar camomila.
  2. Se não houver xampu especial, você pode usar sabonete de alcatrão. O banho também deve ocorrer uma vez a cada três dias. Depois disso, as áreas afetadas são tratadas com tintura de calêndula.
  3. Se as condições não permitirem a utilização de outros métodos, é possível tratar as pústulas com querosene. É necessário esperar as feridas secarem completamente, e logo banhar o animal.

Como curar um carrapato subcutâneo em um gato será solicitado apenas pelo médico assistente. Como um complemento para o tratamento prescrito pode ser usado remédios populares. No entanto, neste caso, monitorar o estado do gato deve ser constante.

Medidas preventivas

É importante entender como é o ácaro subcutâneo nos gatos. Isto é necessário para procurar ajuda e tratamento adequado a tempo. Para não combater a doença, é mais fácil alertar. O principal meio de prevenção é tratar um animal de estimação com drogas antiparasitárias que se livrar de carrapatos e pulgas. Também é necessário dar medicamentos para vermes e certificar-se de que a nutrição do animal de estimação é completa e equilibrada.

É melhor limitar o contato com animais cujo estado de saúde causa preocupação. A rede de segurança é muito mais fácil do que o tratamento subsequente da demodicose. Também é importante manter a força imunitária do animal de estimação, se estiver frequentemente doente. Drogas necessárias podem aconselhar o veterinário.

Uma doença bastante desagradável e difícil de tratar - carraça subcutânea em gatos. Os sintomas são importantes para perceber o mais rapidamente possível, porque o prognóstico depende significativamente da forma da doença.

O problema da demodicose não está apenas na complexidade do diagnóstico e no próximo tratamento. A doença traz desconforto ao animal e muitos momentos desagradáveis. A pele constantemente arranha, o gato a rasga com garras e coloca uma infecção secundária nas feridas. As pústulas aparecem, a imunidade prejudicada não permite lutar com sucesso a doença, por isso, as doenças de lado podem juntar-se.

Perigo potencial

Muitas pessoas acreditam erroneamente que o carrapato não prejudica o gato, exceto pela constante coceira. Mas esta posição não está correta. Parasitas podem muito bem ser portadores de muitas doenças perigosas. Carrapatos não só podem ficar sob a pele, causando desconforto grave, mas também nos ouvidos, levando a problemas de audição.

Perigo para os seres humanos

É necessário ter um cuidado especial no tratamento de um animal de estimação doente, porque existe o risco de inflamação se o dono do animal apresentar feridas ou escoriações na pele. Muitos estão interessados ​​em saber se o ácaro subcutâneo em gatos é transmitido para humanos ou não.

Esta criatura é parasitária apenas em gatos. As pessoas às vezes sofrem de uma forma similar de demodicose, mas causa um carrapato completamente diferente, vivendo constantemente em ductos sebáceos humanos. Ativa sua atividade enquanto reduz a imunidade de seu dono. Esta doença não tem ligação com animais. No entanto, existe o risco de um carrapato de gato causar uma reação alérgica em uma pessoa.

Conclusão

Um gato infectado com um ácaro subcutâneo pode se comportar de forma bastante agressiva. Portanto, o processamento deve tomar precauções especiais. Sempre proteja suas mãos e não se deixe arranhar.

Além do tratamento diretamente ao animal de estimação, todas as coisas que pertencem a ele estão sujeitas a desinfecção. Isso se aplica a camas, tigelas, brinquedos favoritos. Необходимо обработать специальными препаратами ковры и текстиль в доме.

Стоит отметить, что основной успех в лечении зависит от своевременного обращения

в ветеринарную клинику. Às vezes é necessário processar um animal de estimação no hospital e somente com um formulário local o tratamento é possível em casa. Todo o processo pode levar até um ano.

Pin
Send
Share
Send
Send

zoo-club-org